Livros da Psicóloga Lidia Weber



PAIS E FILHOS POR ADOÇÃO NO BRASIL: CARACTERÍSTICAS, EXPECTATIVAS E SENTIMENTOS

Este livro traz dados sobre a adoção no Brasil de maneira inédita, precisa e com habilidade para articular teorias e dados retirados de seu trabalho empírico. A Psicóloga Lidia Weber é, havia muito tempo, reconhecida como a principal pesquisadora nas áreas do abandono, institucionalização e adoção de crianças no Brasil. Por todos os estes fatores, o presente livro é um instrumento único e fundamental para os profissionais e pesquisadores da área e para pessoas que adotaram ou pretendem adotar uma criança.

O livro divide-se em duas partes inter-relacionadas: a primeira parte faz uma revisão teórica sobre diferentes aspectos que envolvem a adoção: os mitos e as lendas; a adoção em outras culturas e diferentes religiões; a história universal sobre adoção e a história brasileira; aspectos psicológicos da adoção e aspectos evolucionários das famílias por adoção. A Segunda parte trata da pesquisa propriamente dita, realizada com 400 famílias de 17 Estados e 105 cidades do Brasil e, de maneira geral, a análise dos resultados mostrou as características da população de famílias adotivas no Brasil, abrangendo suas motivações e sentimentos acerca do processo de adoção e verificou a existência de algumas relações entre as diferentes variáveis descritas de uma forma geral. Os dados mostram quem é a família por adoção, como ocorreu o processo adotivo, qual é a motivação dos adotantes, as idéias e opiniões de pais e filhos adotivos e filhos biológicos sobre adoção, a discriminação e o preconceito sofridos, a curiosidade sobre a história de origem, as expectativas em relação ao futuro e a dinâmica familiar e os sentimentos de pais e filhos por adoção.



ASPECTOS PSICOLÓGICOS DA ADOÇÃO

Quais são alguns aspectos psicológicos da adoção? Quais são os preconceitos sobre a adoção e como as famílias adotivas podem lidar com eles? Como a adoção é apresentada em algumas histórias infantis? Quais são as dificuldades que permeiam o processo de seleção de pais adotivos? O que de verdade existe sobre o ajustamento de filhos adotivos? Para que serve a pesquisa sobre adoção? Quais são os desejos de casais habilitados legalmente para uma adoção? Existem diferenças entre as adoções realizadas por brasileiros e estrangeiros no Brasil? Quem são as crianças que estão sendo adotadas no Brasil? Estas e outras questões são discutidas neste livro.



LAÇOS DE TERNURA: PESQUISAS E HISTÓRIAS DE ADOÇÃO

Este livro é fruto de diversas pesquisas e reflexões teóricas realizadas pela autora sobre o cotidiano de famílias adotivas brasileiras. Inclui ainda 47 depoimentos de pais adotivos, filhos adotivos, filhos biológicos que têm irmãos adotivos, etc.


FILHOS DA SOLIDÃO: INSTITUCIONALIZAÇÃO, ADOÇÃO E ABANDONO

Esta publicação é fruto de uma pesquisa realizada pelas autoras Lidia Natalia Dobrianskyj Weber e Lucia kossobudzki com as instituições que abrigam crianças e adolescentes em regime de internato no Estado do Paraná. Como a pesquisa foi realizada com a maioria absoluta das instituições, seus dados podem ser facilmente generalizados para outras regiões do Brasil.

Reunião do dia 19 de novembro


























Acolher uma criança não é nenhum ato de heroísmo. Adotar é um gesto humano, que exige dedicação e oferece, em troca, um sentido para a vida

por João Carlos Assumpção

GEAA-VIDA

O Grupo de Estudo e Apoio à Adoção Vida, com sede em Campo-Grande, MS, foi formado com intuito de tirar dúvidas e trocar experiências sobre adoção, com todas as pessoas que desejem ou que conheçam alguém que quer adotar. Acreditamos que todas as crianças tem o direito de desenvolver-se em uma família. Assim, convidamos você para participar conosco deste lindo trabalho!

Encontro do dia 17/09/2008

A adoção no Brasil ainda sofre muitos preconceitos. Por este motivo é que com freqüência os pais adotivos não revelam esta condição para seus filhos, com medo que estes sejam discriminados pelos parentes, vizinhos e colegas de escola.
A adoção de uma criança de características raciais diferentes das do casal faz com que surjam preconceitos não só pela adoção, como também por esta diferença.
Mas o que se temos de informação através das pesquisas é que a cor da pele não é o que determina o sucesso da adoção. O problema que enfrentam é o da discriminação racial da comunidade, enquanto as experiências dentro da família são positivas e de muito carinho.



















Clique na palavra abaixo e saiba mais:

Adoção de inter-raciais